Compensação e redução da Pegada Ecológica da SIMARSUL com resultados à vista

A SIMARSUL foi a primeira empresa portuguesa a subscrever com a Quercus um compromisso de redução e compensação da pegada ecológica, comprometendo-se a implementar um plano de redução que visa a melhoria contínua, através da promoção da eficiência energética e das energias renováveis e do investimento em “capital natural”, preservando, com a Quercus, uma zona húmida de importância internacional: a Lagoa Pequena, situada junto à Lagoa de Albufeira, em Sesimbra.

 

 

O compromisso celebrado com a Quercus contempla um plano de 5 anos, com término no ano de 2013. Após a conclusão, no final de 2009, da primeira fase referente ao processo de avaliação da Pegada Ecológica da SIMARSUL, está em execução o plano de redução e compensação da Pegada Ecológica da empresa nas áreas da energia, recursos hídricos, resíduos e investimento em capital natural.

 

Presentemente, e no decorrer do segundo ano de implementação do plano, a Quercus tem colaborado com a SIMARSUL no acompanhamento do mesmo, nomeadamente no âmbito da sensibilização para as questões ambientais, assim como na execução do plano de contra-pegada, com investimentos ao nível da conservação e recuperação de ecossistemas na Lagoa Pequena. No ano de 2010, a taxa de execução do plano de acções foi de 88%, contemplando medidas de redução e de contra-pegada.

 

Destacam-se, entre outros, e ao nível do investimento em capital natural, já realizado, nesta primeira fase de intervenção na Lagoa Pequena, a identificação, sinalização e restauração das áreas de galeria ribeirinha e melhoramento do salgueiral na Lagoa e na ribeira da Apostiça; protecção das áreas de espécies prioritárias, nomeadamente Armeria rouyana e Linaria ficalhoana; construção de passadiços e observatório de aves; recuperação do dique e instalação de uma comporta; remoção de espécies exóticas invasoras - chorão e acácias - contribuindo para a protecção de espécies prioritárias.

 

Complementarmente, e a nível interno na SIMARSUL, foram implementadas acções para redução do impacte ambiental: melhorias nas práticas da gestão de resíduos, acções de sensibilização, diagnóstico energético, investimento em energias renováveis - tais como a valorização do biogás através de equipamentos de cogeração, em funcionamento na ETAR de Sesimbra e previstos para as ETAR da Quinta do Conde, Barreiro/Moita e Seixal.

 

Esta parceria permitiu, ainda, um reforço nas acções de sensibilização junto da comunidade, contribuindo, igualmente, para uma maior consciencialização da população para a importância da actividade da SIMARSUL na melhoria ambiental da região.

 

De salientar, ainda, que o presente compromisso compreende uma avaliação anual da Pegada Ecológica, para respectiva revisão e adequação das medidas de actuação do plano.

 

A Quercus, através da subscrição de compromissos semelhantes ao celebrado com a SIMARSUL, pretende que os serviços prestados pelos ecossistemas e toda a actividade que realize a manutenção e restauração dos mesmos se traduzam num activo económico contabilizável, criando uma nova fórmula de medir o desenvolvimento económico e o seu impacte ambiental, aplicável a cidadãos, empresas e países, que não confunda depreciação da biosfera com desenvolvimento.

 

 

Lisboa, 11 de Dezembro de 2010

 

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

A SIMARSUL, S.A., constituída em 8 de Novembro de 2003, é uma sociedade anónima que tem como accionistas a Águas de Portugal - SGPS, S.A. e os Municípios de Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

 

O Sistema Multimunicipal abrange uma área total de 1.450 km2 e prevê a construção e beneficiação de um conjunto de infra-estruturas que permitirão aumentar o nível de atendimento em drenagem e melhoria do tratamento de águas residuais da população da Península de Setúbal, contribuindo, assim, para preservar a qualidade do ambiente e dos recursos hídricos e melhorar a qualidade de vida na região.

 

Para execução destes projectos a SIMARSUL dispõe de um plano de investimentos de 180,8 milhões de euros, para o período de 2004-2011, com co-financiamento do Fundo de Coesão da União Europeia, no valor de 47,4 milhões de euros.

 

 

 

Share

Quercus TV

 

Espreite também a Quercus TV.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb