Foram libertadas duas Corujas-das-torres em colaboração com agricultor

O Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Montejunto, sito na Tojeira, freguesia de Vilar, concelho do Cadaval, no sopé da Serra de Montejunto, vai libertar no próximo sábado, dia 19 de Setembro, pelas 18.30, duas Corujas-das-Torres (Tito alba) num terreno frutícola localizado na Rameleira, freguesia de Lamas, concelho do Cadaval, em colaboração com o seu proprietário, Sr. Carlos Silva, da empresa Dassilva, SAG, Lda e com a Associação dos Produtores Agrícolas da Sobrena (APAS).

 

O proprietário agrícola manifestou interesse em colaborar com o CRASM pelo facto de reconhecer a grande importância que os animais em causa representam para o controlo de pragas agrícolas, concretamente de ratos. Por outro lado, o agricultor está envolvido no protocolo de produção frutícola denominado por “Tesco Nature Choice” que fomenta a biodiversidade nos ecossistemas agrários através de acções pró-activas sistemáticas.

 

A Coruja-das-torres (Tito alba) é uma ave de rapina nocturna que se alimenta quase exclusivamente de ratos, sendo que apenas um casal desta espécie pode caçar cerca de 3000 Ratos-do-campo por ano. Apesar de relativamente comum na região, enfrenta várias ameaças como atropelamentos, envenenamentos e por isso não são demais todos os esforços no sentido de apoiar esta e muitas outras espécies a bem do equilíbrio ecológico tão importante para muitas actividades humanas, como a agricultura.

 

O CRASM é um dos 3 Centros geridos pela Quercus, está em funcionamento desde Setembro de 2007.

 

 

Vilar, 18 de Setembro de 2009

 

 

 

Share

Quercus TV

       

 

Espreite também a Quercus TV.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb