Quercus Participa em Expedição Fotográfica aos Pirenéus

Em causa está a possibilidade de reintroduzir o Galo-montês (Tetrao urogallus) em Portugal

 

 

foto galo montêsCom origem na zona boreal (Países Nórdicos e Rússia), o Galo-montês (Tetrao urogallus) foi-se expandido até à Europa meridional devido às alterações climáticas geradas pela última glaciação.

 

Foi a partir desta "população-mãe" que se desenvolveram na Península Ibérica duas subespécies, o Tetrao urogallus aquitanicus, na Cordilheira Pirenaica, e o Tetrao urogallus cantabricus, na Cordilheira Cantábrica. As alterações climáticas, as alterações no seu habitat, a caça (apesar de proibida) e o aumento da população de grandes herbívoros, colocam a sobrevivência desta espécie em perigo.

 

Derivada da população Cantábrica, o Galo-montês já ocorreu em Portugal, na zona do Gerês, e foi dado como extinto há cerca de 90 anos.

 

A Quercus lembra que há uns anos já tinha sido equacionada a possibilidade da reintrodução da espécie em Portugal, e espera que a expedição agora em curso possa dar um novo impulso a esta pretensão e colocar de novamente a discussão dessa possibilidade na ordem do dia.

 

Esta expedição aos Pirenéus terá início no dia 15 de Maio e terminará no dia 22 do mesmo mês. Composta por quatro fotógrafos (a representação da Quercus está a cargo de Carlos Rio e Maurício Soares), a expedição será guiada pelo fotógrafo espanhol Javi Montes, com larga experiência na fotografia e estudo desta espécie, e terá como base a pequena cidade de Vielha, Valle del Arán.

 

A partir da cidade partirão, em dois momentos diferentes, para zonas a mais de 2000 metros de altitude em busca dos terreiros onde se desenrolam os fantásticos rituais de acasalamento desta ave.

As subidas serão feitas no início da tarde e será montado acampamento, em ambiente de neve, nos locais já estudados por Javi Montes.

 

Os dias entre as subidas serão aproveitados para fotografar outras espécies como a Águia-real e o Quebra-ossos.

 

A Quercus acredita que esta expedição fotográfica chamará a atenção de todos e em especial das entidades competentes, para a possibilidade de se voltar a pensar e estudar a reintrodução do Galo-montês em Portugal.

 

O trabalho final será mostrado através de uma exposição itinerante com data e local a designar.

 

 

Lisboa, 13 de Maio de 2016


A Direção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

Share

 

Quercus TV

 

 

                            

 

Mais vídeos aqui.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb