Informação

Face a algumas notícias vindas a público recentemente, a Direcção Nacional da Quercus vem informar os seus associados, voluntários, colaboradores e parceiros que está a encetar todos os esforços para que seja garantida a normalidade e tranquilidade no trabalho desenvolvido pela Associação. Com efeito, e apesar de algumas situações pontuais desagradáveis criadas por um grupo restrito de pessoas, está neste momento plenamente garantido o funcionamento de toda a estrutura da Associação e nos próximos dias serão tomadas decisões no sentido de colmatar as poucas situações pendentes que ainda existem.

 

Será importante referir que apesar de algumas notícias darem conta de eventuais “cisões” na Quercus, tal não corresponde à verdade e o facto real é que nos últimos tempos apenas se registaram pouquíssimas saídas nos corpos e estruturas dirigentes da Associação, não ultrapassando essas saídas, em termos percentuais, os 5% do total de dirigentes. Para além disso, ao nível de saídas ou demissões de associados da Quercus, a questão da “cisão” nem se coloca minimamente pois não existiu nenhum movimento deste tipo e foi registada, pelo contrário, uma maior entrada de associados nos últimos meses. Também ao nível do corpo técnico da Associação, tanto voluntário, como remunerado, as saídas registadas foram em número muito reduzido, face ao total da Associação, e sempre compensadas com uma entrada bastante maior de voluntários especialistas, sobretudo nos Grupos de Trabalho da Quercus.

 

Relativamente à constituição de uma nova Associação de Defesa do Ambiente, a Direcção Nacional da Quercus esperará o tempo necessário para tirar as suas conclusões, contudo não pode deixar de repudiar algumas afirmações e comportamentos de alguns dos elementos dessa Associação, nomeadamente a transmissão de falsidades sobre acontecimentos que ocorreram na Quercus. A Direcção Nacional da Quercus repudia igualmente a tentativa de alguns desses elementos em denegrir de forma clara a imagem da Quercus, apenas na ânsia de ganharem protagonismo e chamar a atenção para a nova Associação, e garante que tomará todas as medidas necessárias tendo em vista repor a verdade e zelar pelo bom nome da Quercus. Recorda ainda que os elementos que parecem agora compor o elenco directivo desta nova Associação, são os mesmos que figuravam na lista derrotada às últimas eleições da Quercus, em Março de 2015.

 

A Quercus não será palco para a eternização de pessoas que colocam os seus interesses pessoais acima dos interesses da Associação e do Ambiente, e pelo contrário continuará o seu caminho rumo a uma renovação tranquila de dirigentes, onde todos têm o seu lugar em função da sua competência e disponibilidade, mas também das regras e dos cargos para que foram eleitos. Na certeza de um futuro onde a Quercus se manterá como a grande referência nacional em termos ambientais, pela sua dimensão, número de dirigentes, associados, técnicos, parceiros e implantação geográfica por todo o território, a Quercus continuará a contar com todos para a sua nobre missão de defesa do Ambiente em Portugal.

 

Lisboa, 29 de Janeiro de 2016

 

A Direcção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

Share
Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb