Oficina de Técnicas de Enxertias

A grande maioria das plantas que vemos na natureza existe há milhares de anos, a maioria delas surgiu mesmo antes dos seres humanos e a falta destes nunca foi um impedimento à sua multiplicação.

 

Todas estas plantas, que observamos na natureza, se multiplicam de forma mais ou menos simples e autónoma. Se assim é, porque é que nós, humanos, insistimos em fazer enxertias, alporquias ou estacarias?

 

É muito simples, a maioria das espécies que conhecemos multiplica-se por semente, não garantindo as características varietais das novas plantas.

 

Quando se trata de espécies cujo objetivo é a produção agrícola é essencial garantir essas características, de forma a obtermos a produção/qualidade desejada.

 

Esta garantia varietal é obtida através da multiplicação dessas plantas por outras vias que não a seminal, nomeadamente a estacaria, a alporquia, a enxertia, a mergulhia e outros métodos mais avançados como a multiplicação in vitro.

 

De todos os métodos disponíveis um dos mais utilizados em fruticultura é a enxertia, que pode ser efetuada de diversas formas e em distintas épocas do ano. Sendo operações que requerem algum conhecimento e prática, para uma execução bem-sucedida.

 

O curso de Técnicas de Enxertia pretende dar aos formandos conhecimentos teóricos e práticos sobre algumas das principais técnicas de enxertia, com particular incidência sobre as técnicas relacionadas com as principais espécies de árvores de fruto.

 

O curso contempla aulas teóricas e práticas que permitirão adquirir e experimentar conhecimentos, relativos às várias técnicas e épocas de execução e aos principais objetivos da propagação de plantas.

 

O curso contempla aulas teóricas e práticas que permitirão adquirir e experimentar conhecimentos, relativos às diferentes técnicas de enxertia.

 

É neste sentido que o Núcleo de Braga da Quercus pretende organizar uma pequena formação, em especial sobre o método de enxertia, a levar a cabo na Quinta Pedagógica de Real, em Braga, no sábado, 7 de julho de 2018, das 10 às 12h30 e das 14 às 17h30.

 

 

Objetivos principais:

 

- Divulgar algumas noções básicas de fisiologia de plantas;

 

- Divulgar as ferramentas mais adequadas a utilizar;

 

- A importância da seleção de porta enxertos e compatibilidades;

 

- Dar a conhecer algumas técnicas de enxertia

 

 

Programa

 

1. Introdução

 

2. Noções básicas de fisiologia de plantas

 

3. Porta enxertos e compatibilidades

 

4. Algumas técnicas enxertia

 

5. Outras técnicas

 

6. Conclusão

 

Cartaz Oficina de Técnicas de Enxertia Julho 2018 page 001

 

 

Inscrições

On line em http://bit.ly/2kyOXi8

Mais informações através do telemóvel 927986133 ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A taxa de inscrição é de 19€/sócios e 24€/não sócios

A atividade só se realizará se tiver no mínimo 10 inscritos.

Share
Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb