Acção de protesto junto da Linha do Tua

O dia 27 de Março ficou marcado por um Abraço de Solidariedade ao Tua que juntou várias associações ambientalistas na defesa do rio e da Linha do Tua e em reacção ao anúncio do início da construção da respectiva Barragem. Este empreendimento afectará, de modo irremediável, o Património Natural do Vale do Tua e do Património Mundial do Douro Vinhateiro, bem como a qualidade de vida das pessoas que vivem na Região de Trás-Os-Montes e Alto Douro, perpetuando o abandono desta região do país e a falta de perspectivas de futuro para a sua população.

 

 

É necessário realçar que a construção desta barragem viola a Directiva Quadro da Água, implica a submersão da linha ferroviária e de centenas de hectares de vinha e olivais que fazem parte da Região Demarcada do Douro, afectando irremediavelmente a Agricultura, actividade económica essencial da região e a ligação ferroviária à Linha do Douro.

 

Acreditamos que a região de Trás-Os-Montes e Alto Douro tem um potencial único que deve ser desenvolvido. Pensamos que é nosso dever preservar toda uma herança cultural, ecológica, arquitectónica, histórica e humana e que esta linha que existe há mais de 123 anos pode ser reactivada, promovendo o Turismo e possibilitando a deslocação diária de pessoas locais que têm como este o seu único meio de transporte.

 

Por tudo isto surgiu o apelo par mostrar que “Há Vida no Tua”, através deste Abraço de Solidariedade com as pessoas que vivem na Região de Trás-os-Montes e Alto Douro e que dependem deste Bem Comum. Além do Abraço, foi também organizada uma caminhada ao longo de parte da linha, bem como outras actividades durante o dia.

 

Lisboa, 26 de Março de 2011

 

As Direcções Nacionais

Associação dos Amigos do Vale do Rio Tua

Campo Aberto

COAGRET

GAIA

GEOTA 

Movimento de Cidadãos de Defesa da Linha do Tua

QUERCUS

 

 

 

Share
Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb