Transgénicos em Rede Natura

Numa altura em que a Comissão Europeia levantou mais um processo contra Portugal por aprovar de forma irregular um conjunto de projectos turístico-imobiliários no sítio da Rede Natura 2000 Composta/Galé, no litoral Alentejano, eis que surge um novo exemplo do completo desrespeito que os governos portugueses continuam a manter para com as espécies e habitats prioritários desta importante rede europeia de espaços protegidos.

 

Hélder Spínola*

 

A aprovação de ensaios de cultivo de variedades de milho transgénico na Zona de Protecção Especial de Monforte da Rede Natura 2000 constitui mais uma evidência de que em Portugal a conservação da natureza dificilmente terá um tratamento prioritário nos próximos tempos. 

 

A autorização do cultivo de variedades de milho transgénico resistente à aplicação de herbicidas numa zona reservada à protecção de aves estepárias constitui uma situação inaceitável que deve merecer a intervenção da Comissão Europeia. Com o cultivo destes transgénicos serão aplicados de forma indiscriminada herbicidas que poderão afectar as aves estepárias que se pretende proteger. 

 

Será que os Ministérios do Ambiente e da Agricultura não conseguem vislumbrar a profunda incoerência desta acção? 

 

 

  • Presidente da Direcção Nacional da Quercus

 

 

 

Share

 

Quercus TV

 

 

                            

 

Mais vídeos aqui.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb