• Seja parte da Quercus!

    Saiba como ajudar a Associação a realizar o seu trabalho.

  • Seja parte da Quercus!

    Saiba como ajudar a Associação a realizar o seu trabalho.

Construção de estrada no Parque Natural do Alvão ameaça população de lobos e de borboletas

A construção de mais uma estrada no Parque Natural do Alvão para ligação entre as Povoações de Barreiro (Mondim de Basto) e Lamas de Olo (Vila Real), promovida pelo Município de Vila Real, trará certamente efeitos negativos para a ameaçada população de lobos no Parque Natural do Alvão.

 

É importante referir que esta estrada destina-se a servir a povoação de Barreiro (Mondim de Basto), a qual já tem ligação a Vila Real por outra estrada alcatroada e cujos habitantes demoram actualmente menos tempo a chegar a Vila Real do que a maior parte dos outros habitantes do concelho de Mondim de Basto.

Esta nova estrada colide com o plano de Ordenamento do Parque Natural do Parque do Alvão pois viola a integridade da "Zona de Protecção do Rio Olo".


loboAs alcateias de lobos sobreviventes no Sítio de Importância Comunitária Alvão-Marão e no Parque Natural do Alvão estão isoladas e o seu sucesso reprodutivo tem sido praticamente nulo. Esta situação deve-se à proliferação de infra-estruturas, como vias de comunicação, parques eólicos e seus acessos, que têm levado à fragmentação do habitat da espécie e à sua perturbação, através do aumento da presença humana e de veículos automóveis nos seus territórios de caça e reprodução.

 

A lei de proteção do lobo-ibérico (Lei n.º 90/1988) refere que cabe ao Estado Português "(...) adotar uma política de ordenamento que não desfigure os habitats da espécie e possibilite a recuperação onde ela for possível [e proíba] a destruição ou deterioração do respetivo habitat [e mesmo a sua] perturbação (...)", no entanto a existência desta legislação em nada parece impedir o Estado Português (aqui representado pelo Município de Vila Real) de continuar a promover a construção de novas estradas dentro de áreas protegidas, em clara violação da mencionada legislação.

 

borboletaCumulativamente, o Município de Vila Real apresenta-se como grande defensor da conservação da biodiversidade no Alvão-Marão (http://www.cm-vilareal.pt/ver-notas-usermenu-144/82-notas/1405-protecao-da-biodiversidade-continua-a-marcar-pontos-em-vila-real.html) nomeadamente de uma população rara de borboletas (Phengaris alcon cujo nome vulgar é borboleta-azul). Contudo, e em plena contradição com este anúncio, o trajeto desta nova estrada atravessa precisamente um dos locais onde sobrevive e se reproduz a rara e protegida borboleta-azul.

 

Confrontados com esta situação nem a Câmara Municipal de Vila Real nem o Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, I.P. se pronunciaram.

 

No sentido de preservar os importantes valores ambientais existentes no concelho de Vila Real e no Parque Natural do Alvão, nomeadamente espécies como o lobo ou a borboleta-azul, os signatários desta petição exigem que a obra seja cancelada imediatamente.

 

Vila Real, 2 de agosto de 2013

 

 

ASSINAR ESTA PETIÇÃO

 

 

 

 

 

Share

Quercus TV

       

 

Espreite também a Quercus TV.

 

 

Quercus ANCN ® Todos os direitos reservados
Alojamento cedido por Iberweb