Das primeiras publicações à internet

Desde sempre foi grande a preocupação com a comunicação interna, até porque a Quercus foi a primeira associação do género a possuir uma verdadeira distribuição nacional, com muita gente dispersa pelo País. Havia também que fazer chegar as posições da Associação até à opinião pública.

Neste sentido, a primeira publicação periódica foi o jornal 'Quercus' do qual saíram 8 números entre 1984 e 1988.
Após um interregno, foi publicada sob forma de revista o primeiro número da 'Quercus', que devido a diversas circunstâncias não teve continuidade.

A partir daqui, foram ensaiadas experiências diversas. Em 1985, é publicado o primeiro e único número do boletim interno “Bolota”.

Inicia-se então, de forma regular, em 1986, a publicação da 1ª série do boletim interno que adota a designação de 'O Teixo' e do qual se editaram 63 números até 1994. É então tentada nova experiência de transformar o boletim em revista. A partir do seu nº 4 passou a ser editada em colaboração com o Diário de Notícias até ao final de 1996. A sua publicação como suplemento deste jornal possibilitou a distribuição de 75.000 exemplares por todo o País, tornando-a uma das revistas de maior divulgação dentro da sua área temática.
Por fim 'O Teixo' voltou ao formato de boletim e deixa de ser editado no número 11 desta sua segunda série, já em 1999.


Dá-se então um salto qualitativo quando o jornal 'ABC Ambiente', que já era publicado há algum tempo pelo núcleo de Lisboa e passa a ser enviado a todos os associados da Quercus. Com esta distribuição mais alargada, constituiu simultaneamente um veículo de informação interna e um pólo difusor das preocupações e posições da Associação perante a política ambiental. Após 36 edições deste jornal,  é reformulada a sua edição que passa a ser da exclusiva responsabilidade da Quercus. O formato mantém-se, mas o nome evolui para ‘Quercus Ambiente’, a designação atual.

 

Em paralelo, e um pouco por todo o País, os Núcleos Regionais publicaram em períodos diversos e de forma mais ou menos regular boletins informativos: a revista 'Raízes', os boletins 'Salgueiro', “Xara”, 'O Iró', 'O Vidoeiro', 'Azinheira', 'Ecografia', 'Planeta Azul', entre outros. Contam-se também por centenas as publicações que a Direção Nacional e os núcleos têm editado, alusivas aos mais diversos temas. Livros, brochuras, folhetos, cartazes e outras publicações têm contribuído para a divulgação de informação e para a educação ambiental da população.

Através do site www.quercus.pt, e especialmente a partir de 2003, esta passou a ser o mais importante elo de ligação com a comunidade sendo, visitado mensalmente por milhares de cidadãos que ali procuram informação sobre a associação e sobre questões ambientais de interesse geral.

Em 2010, a Quercus aderiu às redes sociais, com a criação da página no Facebook, atualmente seguida por mais de 13 mil pessoas, e do perfil no Twitter, que tem quase 1000 seguidores.

Share

Quercus TV

 

Espreite também o nosso Canal no VIMEO.

Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign