Quercus reforça pedido de Plano de Ação para o Amianto em carta a Passos Coelho

 

amiantoedificios

 

A Quercus volta a pedir um Plano de Ação Nacional para o Amianto, através de carta enviada ao Primeiro-Ministro, que dê seguimento ao “Levantamento dos Materiais Contendo Amianto nos edifícios, instalações e equipamentos públicos”, apresentado a 31/07/2014 e disponível no site do Governo. [i]

 

 

Este Plano deverá calendarizar as medidas que deverão ser tomadas para a monitorização regular dos espaços que contenham amianto, definir as ações corretivas a executar, incluindo as situações de risco onde seja necessário aplicar uma intervenção imediata que preveja a remoção dos materiais contendo amianto, tendo em conta a proteção dos trabalhadores do setor público contra os riscos relacionados com a exposição ao amianto. “

 

 

Apesar de ter sido disponibilizado no Portal do Governo, a Quercus considera que este “Levantamento” não é suficiente, uma vez que ainda não foi identificado a totalidade dos materiais com amianto, não foram promovidas análises às concentrações de fibras respiráveis, não foi avaliado o risco de exposição dos trabalhadores ao amianto, nem definidas medidas para prevenir ou minimizar a exposição.

 

 

Concluindo, ainda não foram atingidos os objetivos propugnados na Lei n.º2/2011, nem as obrigatoriedades definidas pelas Diretivas-quadro 89/391/CEE e 2009/148/CE, ambas em atual incumprimento pelo Estado Português.

 

 

Lisboa, 19 de junho de 2015

 

 

A Direção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

Share
Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign