Quercus e Tafibra recuperam Bosque na Serra do Alvão

Com o apoio da Tafibra, a Quercus vai recuperar um bosque na Serra do Alvão, concelho de Vila Pouca de Aguiar, numa área com cerca de 2,6 hectares do Sítio de Importância Comunitária Alvão/ Marão onde existem de forma dispersa pequenos carvalhais de carvalho-negral (Quercus pyrenaica). A recuperação deste bosque na Serra do Alvão dá assim continuidade ao trabalho de parceria realizado entre a Quercus e a Tafibra, o qual teve início em Setembro de 2010 com a preservação de um bosquete de carvalhos e azevinhos na Serra do Caramulo.

 

Dos trabalhos de intervenção, a realizar até Março de 2012, destacam-se o controlo selectivo da vegetação herbácea/ arbustiva, a realização de podas, a remoção de exemplares mortos, doentes ou dominados, a plantação de espécies autóctones nas clareiras para revitalização do espaço e promoção da biodiversidade, tendo sido seleccionadas doze espécies autóctones num total de 780 árvores/ arbustos, entre outros trabalhos que vão permitir conservar este bosque na Serra do Alvão.
 
O apoio Tafibra ao projecto “Criar Bosques” está directamente relacionado com a política da Sonae Indústria de sensibilização para a gestão sustentável das florestas e para a importância da madeira enquanto recurso eco-eficiente.
 
Pedro Figueira, Director de Marketing Tafibra, refere que «o projecto “Criar Bosques”, na sua vertente conservação, assume especial importância para a nossa empresa porque nos permite sensibilizar para a importância de conservar as nossas florestas e, simultaneamente, reforçar a necessidade de reciclar os produtos e materiais à base de madeira enquanto prática que potencia a preservação das florestas e o combate às alterações climáticas».
 
Segundo José Paulo Martins, da Quercus, «estas iniciativas são importantes para a conservação e  recuperação da nossa floresta autóctone e, no caso presente, correspondem também a medidas activas para ajudar à gestão da rede natura 2000 onde a Serra do Alvão se inclui».

A Serra do Alvão

Situada no norte de Portugal, este maciço essencialmente granítico possui nas suas zonas mais elevadas, carvalhais que se associam ao vidoeiro (Betula celtibérica), junto às linhas de água, mas também aveleiras (Corylus avellana), azevinhos (Ilex aquifolium, castanheiros (Castanea sativa), e loureiros (Laurus nobilis), formando pequenos bosques de folhosos. O projecto “Criar Bosques”, desenvolvido pela Quercus pretende levar a todo o país iniciativas de florestação com vista ao incremento das áreas de floresta autóctone recorrendo a espécies nativas algumas delas já raras e ameaçadas.
 
Sobre a Tafibra

A Tafibra é a marca comercial da Sonae Indústria. A Sonae Indústria é uma das maiores empresas industriais, a nível mundial, produtora de derivados de madeira. Com presença em oito países, Portugal, Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Canadá, Holanda e e África do Sul, a empresa totaliza 28 unidades industriais, empregando cerca de 5.000 colaboradores.
A gama de produtos da Sonae Indústria inclui aglomerado de partículas de madeira, aglomerados de fibras de madeira (MDF), OSB (Oriented Strand Board) e laminados decorativos, entre outros, materiais com larga utilização nos sectores de produção de mobiliário, da decoração de interiores e da construção.
 
Lisboa, 19 de Janeiro de 2012

A Direcção Nacional da Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza
A Tafibra

 

Share

Quercus TV

 

Espreite também o nosso Canal no VIMEO.

Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign