Veículos vendidos em Portugal mantém-se entre os mais limpos e eficientes da Europa em 2010

Portugal e a Dinamarca são os países europeus com a frota de novos veículos ligeiros mais eficiente, em média, em termos de emissões de dióxido de carbono (CO2) de acordo com um relatório publicado hoje pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente (T&E), da qual a Quercus faz parte. O relatório mostra ainda que a expectativa da indústria automóvel de que os veículos mais eficientes implicariam um aumento do preço não se está a verificar, estando os consumidores a beneficiar de um triplo dividendo: carros mais baratos, mais limpos e com menores custos de combustível.

 

Segundo este relatório, os novos veículos ligeiros de passageiros vendidos na Europa foram, em média, 4% mais eficientes em termos de consumo de combustível e emissões de CO2 e 2,5% mais baratos em termos absolutos em 2010, comparativamente com os valores atingidos em 2009. Os números continuam a seguir a tendência de redução das emissões dos anos anteriores e contradizem a posição da indústria automóvel europeia de que o esforço de redução das emissões para os limites vinculados pela legislação europeia conduziria à subida dos preços dos veículos para valores insuportáveis para a indústria.

 

Os dados deste relatório vêm mostrar que a  indústria automóvel europeia está no caminho certo para atingir o limiar de emissões de CO2 nos novos veículos ligeiros vendidos no mercado europeu de 130 gCO2/km para 2015, e cumprir o limite legal com anos de antecedência. No entanto, os preços da venda de automóveis a retalho não aumentaram de forma significativa, desde que o limite imposto pela legislação europeia relativamente às emissões de CO2 foi introduzido, como a indústria previa. Pelo contrário os preços caíram drasticamente todos os anos em valores absolutos.

 

O relatório da T&E analisa ainda dois estudos de estimativas de custos, realizadas para a Comissão Europeia em 2001 e 2006, no sentido de atingir o limiar de emissão de 140 gCO2/km, baseadas em dados fornecidos pela indústria automóvel. O relatório de 2001 previa que o esforço da indústria para atingir as emissões de 140 gCO2/km nos novos veículos levaria ao aumento do preço de venda de um automóvel novo médio em 2400 Euros, enquanto o estudo de 2006 vem refutar este valor e estabelece o custo em apenas 1200 Euros1. Em contraste, os preços de venda de automóveis a retalho para os mesmos modelos caíram em toda a Europa cerca 2,4% ao ano, em média, desde que os limites de emissão vinculativos para as emissões de CO2 nos automóveis foram divulgados em 2007.

 

Para Portugal o relatório mostra que as emissões médias dos veículos novos se situam nas 127,3 gCO2/km, uma redução de 5% face ao valor de 2009. Assim, Portugal continua a reduzir as emissões acima da média Europeia, o que provavelmente reflecte o facto de ter um sistema fiscal que penaliza a aquisição de veículos mais poluentes.

 

Jos Dings, director da T&E, afirmou que: “A indústria automóvel tem vindo a resistir a valores de emissão que imponham maior eficiência do combustível nos automóveis com a desculpa de serem "inviáveis". Mas as emissões de CO2 dos automóveis têm vindo a cair para 140 gCO2/km e isto deve-se na realidade à queda dos preços”.

 

Jos Dings acrescenta: "É evidente que a União Europeia precisa de aprender lições desta situação. Quando se trata de metas futuras para melhorar a eficiência de combustível dos automóveis, as estimativas de custos da indústria devem ser avaliadas com a devida precaução."

 

O ranking das emissões dos novos veículos ligeiros por país europeu: Portugal exemplo a seguir, Alemanha com um dos piores desempenhos

 

A Alemanha, o país europeu com a maior frota de veículos ligeiros no mercado automóvel, teve o segundo pior desempenho na redução de emissões de CO2 dos novos veículos em 2010, com uma redução de apenas 1,8%, em média, nas vendas de 2,8 milhões de veículos. A Eslováquia foi o país da União Europeia que mostrou o pior desempenho na redução das emissões de CO2 dos novos veículos vendidos em 2010, os quais emitem, em média, mais 1,3% do que em 2009.

 

Portugal é no quadro dos 27 países da União Europeia, o segundo país com menor valor médio de emissões de CO2 na frota dos novos veículos automóveis vendidos em 2010 - 127,3 gCO2/km, logo a seguir à Dinamarca (126,6 gCO2/km). Para isto contribui o facto dos portugueses, face ao seu poder de compra, serem muito sensíveis ao preço do veículo e ao seu consumo de combustível, mas também, devido às regras do Imposto sobre Veículos (ISV) e do Imposto Único de Circulação (IUC) que ponderam em 60% a componente de emissões de CO2 reduzindo a carga fiscal dos veículos menos poluidores. Portugal conseguiu uma redução de 5% das emissões dos novos veículos face ao ano de 2009, apenas ultrapassada pela Dinamarca (cerca de 8,9%).

 

Francisco Ferreira, vice-presidente da Quercus, disse: ”Mais uma vez este relatório traz boas notícias para Portugal. Continuamos a estar entre os países com os veículos novos mais eficientes da Europa. Mas o mais importante é que ao usar veículos mais limpos conseguimos reduzir as emissões de CO2 mas também o consumo de combustível, e com isso evitar milhares de milhões de Euros em importações de produtos petrolíferos”.

 

O relatório referido está disponível através do sítio Internet, após o período de embargo, em www.transportenvironment.org.

 

1 - A grande diferença entre as estimativas de custos devem-se aos dados de referência utilizados. O primeiro estudo aponta para uma redução das emissões de CO2 em 25% e o segundo para uma redução de apenas 16%. Ambos os estudos estimam o custo de redução das emissões de CO2 para 140 gCO2/km em 100 € por cada unidade (em termos de percentagem).

 

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

Sobre o T&E

 

T&E é a principal organização não governamental de ambiente com campanhas específicas na área dos transportes à escala da União Europeia. Em conjunto com as 50 organizações membros, entre as quais a Quercus, em 23 países, o T&E trabalha na promoção de uma perspectiva ambientalmente coerente para o transporte e a mobilidade.  www.transportenvironment.org

 

 

 

Share

Quercus TV

 

Espreite também o nosso Canal no VIMEO.

Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign