Destruição sem explicação em jardim centro histórico de Sobral de Monte Agraço

A Quercus-ANCN denuncia aparente intenção da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço de proceder á destruição do espaço verde existente na praceta 25 de Abril, único espaço verde público no centro da Vila, que alberga árvores centenárias, algumas das quais já marcadas para abate.

 

Na sequência de declarações à Comunicação Social feitas em Junho pelo Vice-Presidente do Município, no decurso de obras de requalificação no centro histórico (http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/requalificacao-em-sobral), solicitou a Quercus, em 20/06, diversos esclarecimentos ao Presidente da Câmara Municipal respectiva, no que concerne ao tipo de intervenção a efectuar, se implicaria a mesma abates de árvores e/ou destruição total ou parcial do jardim aí existente e, em caso afirmativo, espécies e numero de espécimes arbóreos a abater bem como as razões, de índole fitossanitária ou outra subjacentes aos eventuais abates a efectuar.

 

 

Na ausência de qualquer resposta, reiterou o pedido de informação em 22/08 sem que, até ao presente, tenha obtido da Câmara Municipal de Sobral de Monte Agraço, qualquer esclarecimento.

 

Como é do conhecimento geral, os espaços verdes contribuem grandemente para amenizar a paisagem urbana, sendo também factor de combate aos focos de poluição, quer do ar quer sonora, pelo que não pode deixar a QUERCUS de repudiar não apenas a eventual destruição injustificada deste espaço verde como, também, a arrogância demonstrada pelo Executivo camarário ao ignorar os mais elementares direitos de informação que a esta Associação assistem.

 

Lisboa, 23 de Setembro de 2011

 

A Direcção Nacional da

 

Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

 

 

 

Share

Quercus TV

 

Espreite também o nosso Canal no VIMEO.

Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign