UNICRE reduz pegada ecológica em 21%

A UNICRE foi a primeira empresa nacional de capitais privados a subscrever com a Quercus um compromisso de redução e compensação da sua pegada ecológica, comprometendo-se, ao longo de cinco anos, a implementar um plano que promove a eficiência dos recursos, das energias renováveis e do investimento em “capital natural”. Neste âmbito encontra-se, neste momento, a apoiar a restauração de um troço do rio Alcabrichel, situado na área geográfica de Torres Vedras.

 

A Quercus efectuou uma análise aos primeiros dois anos de aplicação das medidas de redução implementadas pela UNICRE e concluiu que, de 2008 para 2009, é notória a redução da Pegada Ecológica. O resultado alcançado – uma redução na ordem dos 21% - teve origem, em grande parte, nos decréscimos dos consumos nos serviços, mobilidade e electricidade.

 

Como evoluiu a pegada ecológica da UNICRE

 

Em 2009 a Pegada Ecológica da UNICRE, de acordo com a metodologia aplicada às categorias energia, resíduos, água e recursos florestais correspondeu a cerca de 353,21 hag (hectares globais). O consumo de energia, com incidência nos consumos de electricidade e serviços é uma das componentes mais significativas, correspondendo a 51,40% da Pegada.

 

Ao nível dos resíduos produzidos, a UNICRE operou uma diminuição muito significativa, situada nos 13,6%. Este resultado advém da alteração dos processos e no ajustamento dos fluxos de trabalho interno da empresa que resultaram, por exemplo, na menor utilização e circulação do papel entre os vários departamentos.

 

A análise pormenorizada revelou que a categoria dos “serviços” foi a que mais contribuiu para a redução da pegada. Dentro desta categoria, as áreas do correio e transporte de encomendas, por um lado, e da assistência técnica, com uma redução estimada de 23% e 42%, respectivamente apresentaram, em termos relativos, os maiores contributos para a obtenção do resultado final. O quadro comparativo, em anexo, revela em detalhe a contribuição de cada categoria e a respectiva evolução de 2008 para 2009.

 

Salvar a Boga do Oeste no rio Alcabrichel

 

Para além das acções dentro da empresa as acções de contra-pegada da UNICRE incluem acções no exterior, com voluntários, trabalhadores da empresa e respectivas famílias a ajudarem na reabilitação de um troço do rio Alcabrichel, com vista a criar condições para o repovoamento do ruivaco do Oeste (Achondrostoma occidentale), espécie endémica de Portugal que se encontra criticamente em perigo de extinção.

 

No dia 1 de Dezembro, 55 voluntários da UNICRE, incluindo o actual Presidente, Fernando Adão da Fonseca, sob a assessoria técnica da Quercus, realizarão acções de plantação de 2.000 arbustos e árvores autóctones, iniciando os processos de renaturalização das margens do rio. O projecto em execução conta com a colaboração dos proprietários locais, com vista à realização de acções de remoção de infestantes, nomeadamente da cana (Arundo donax), que será reutilizada para instalação de taludes e vegetação, estabilização das margens, diversificação do leito e construção de fundões que conservarão a água no Verão, bem como de leitos de cascalho adequados à desova e possível instalação de deflectores e refúgios. Estão também a ser inventariados os focos de poluição, com impacto nos cursos de água, procurando sensibilizar as comunidades e os agentes económicos locais para a necessidade de se adoptarem comportamentos mais correctos para com o ambiente.

 

A Quercus, através da subscrição de compromissos semelhantes ao celebrado com a UNICRE, pretende que os ecossistemas e toda a actividade que assegura a sua manutenção e restauração, se traduzam num activo contabilizáveis no âmbito das rubricas que medem o desenvolvimento económico e o impacto ambiental. Esta nova fórmula de actuação e mensurarão terá de envolver os cidadãos, as empresas e as entidades públicas nacionais.

 

Lisboa, 29 de Novembro de 2009 

 

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

Sobre a Unicre

 

Fundada em 1974, a Unicre é o maior especialista português em soluções de pagamentos, ocupando um lugar de destaque em termos europeus.

 

Sob a marca REDUNICRE, é detentora, em Portugal, da maior rede de aceitação de cartões de pagamentos automáticos, com um volume de facturação de 16,2 mil milhões de euros em 2009 e cerca de 75 mil terminais. Ao nível da emissão gere 460 mil cartões de crédito, 231 mil dos quais da marca UNIBANCO.

 

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 

Síntese da distribuição da pegada ecológica para os anos de 2008 e 2009 segundo as categorias analisadas

 

Share

Quercus TV

 

Espreite também o nosso Canal no VIMEO.

Quercus ® Todos os direitos reservados
Site criado por PTWS Alojamento Web e WebDesign